14 de dezembro de 2008

E nasceu Jesus...

Não sabemos exatamente a data do seu aniversário, mas todo o mundo pára nesta época para festejar, então vamos aproveitar esta oportunidade e contar a linda história do nascimento do Rei dos reis.

O anjo GabrielNas Colinas da Galileia, lá na cidade de Nazaré, morava uma moça muito especial, seu nome era Maria. Ela era uma moça simples que amava a Deus. Na cultura daqueles tempos era normal que os pais escolhessem o marido de sua filha. De acordo com os estudiosos e pesquisadores, Maria deveria ter mais ou menos uns 14 anos e já estava noiva de José, com quem deveria ser casar.
Um belo dia, o anjo Gabriel surpreendeu Maria com uma visita. Vamos ler o que está escrito na Bíblia, no capítulo 1, versículos 30 - 38 do livro de Lucas.
– “Não tenha medo, Maria; você foi agraciada por Deus! Você ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Jesus. Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, ele reinará para sempre sobre o povo de Jacó. Seu Reino jamais terá fim”.
Maria ficou assustada, afinal de contas, ela ainda não tinha se casado com José. Então ela perguntou para o anjo Gabriel:
– “Como acontecerá isso, se sou virgem?
O anjo respondeu: O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a sua sombra. Assim, aquele que há de nascer será chamado Santo, Filho de Deus. Também Isabel, sua parenta, terá um filho na velhice. Aquela que diziam ser estéril já está em seu sexto mês de gestação. Pois nada é impossível para Deus.
Respondeu Maria: Sou serva do Senhor; que aconteça comigo conforme a tua palavra. Então o anjo a deixou.”
José, o noivo de Maria, ficou sem entender... Pensou até em terminar o noivado. Quando uma mulher engravidava antes de se casar, era uma situação muito difícil e humilhante. José era um homem bom e não queria que Maria passasse por isso, então decidiu fugir para longe, assim a culpa cairia sobre ele e não sobre sua noiva. À noite, quando ele já estava dormindo, um anjo do Senhor apareceu em sonho e disse:
– “José, filho de Davi, não tema receber Maria como sua esposa, pois o que nela foi gerado procede do Espírito Santo. A virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e você deverá dar-lhe o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados” (Mateus 1.20,21)
Então José não teve dúvidas e se casou com Maria.
Maria visita sua prima Isabel.Maria saltou de alegria com a notícia da gravidez da sua prima! Naquele tempo, as mulheres que não podiam ter filhos eram discriminadas pela sociedade e isso trazia muita tristeza para elas. Mas como para Deus não há nada impossível, o Senhor abençoou a Isabel, e mesmo estando em idade avançada, ela engravidou e gerou a João Batista, o primo de Jesus. A Bíblia diz que nunca houve, na Terra, alguém maior do que ele, um grande profeta de Deus.
Logo que soube da notícia, Maria foi visitar sua prima.
–– “Bendita é você entre as mulheres, e bendito é o filho que você dará a luz!.” – Disse Isabel para Maria cumprimentando-a.
E ela respondeu:
– “Minha alma engrandece ao Senhor e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, pois atentou para a humildade de sua serva. De agora em diante, todas as gerações me chamarão bem-aventurada, pois o Poderoso fez grandes coisas em meu favor. Santo é o seu nome”. (Leia a história no livro de Lucas 1.42 – 49)
Depois de passar uns três meses com sua prima, Maria voltou para casa e sua família.
O nascimento de Jesus
César Augusto, o primeiro imperador de Roma, decretou uma ordem, todos os romanos deveriam se alistar em sua terra natal. Maria já estava no final da gravidez, mas como José era da família de Davi, tiveram que viajar para se alistarem em Belém da Judéia. Esta era a maneira que eles contavam a população, a fim de cobrar os impostos.
A viagem foi longa e cansativa, pois naquele tempo não havia carro, ônibus, trem e nem avião. Maria e José viajaram em um burrinho. Eles já estavam muito cansados, o bebê de Maria poderia nascer a qualquer momento. A cidade estava cheia de pessoas vindas de todos os lados, os hotéis estavam lotados, José até tentou arrumar nem que fosse um quarto para passarem a noite, mas nada, já estava tudo ocupado! Por fim, o único lugar que encontraram para passar a noite foi um estábulo. Você sabe o que é isso? Estábulo é um lugar coberto onde os gados dormem. Não era o melhor lugar do mundo, mas José fez uma cama de palha, bem macia, para que pudessem descansar. Foi ali que Jesus nasceu. Com muito amor e carinho Maria envolveu o bebê em panos e o colocou para deitar em uma manjedoura.
Naquela noite as estrelas cintilavam enquanto alguns pastores tomavam conta de seus rebanhos. De repente um anjo apareceu e eles levaram um belo susto! Mas o anjo lhes acalmou dizendo:
– “Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são para todo o povo. Hoje, na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor. Isto lhes servirá de sinal: encontrarão o bebê envolto em panos e deitado numa manjedoura.” (Lucas 2.10.11)
No céu, muitos anjos louvavam a Deus dizendo assim:
“Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens aos quais ele concede o seu favor”. (Lucas 2.14)
Os pastores ficaram animados e foram procurar o menino. E como o anjo havia dito, encontraram José, Maria e o bebê. Eles ficaram muito felizes e saíram contando a novidade a toda gente. Com os corações repleto de alegria, os pastores voltaram para suas casas glorificando a Deus e cantando louvores.
Esta é apenas uma parte de uma linda história de amor. Jesus é o filho de Deus, que veio ao mundo para nos salvar. O seu nascimento foi um milagre incrível. Ele é o caminho que nos leva para o céu. Conheça a história toda lendo a Bíblia. Você vai se apaixonar!
Por Raquel Almeida.


Fonte:
http://www.diantedotrono.com.br/natalcdt/atividades_06.html

0 comentários:

Postar um comentário

  ©Template designer adapted by Ana by anA.